AVALIAÇÃO POSTURAL

Sendo a avaliação no processo de treino de PT um ponto chave para o sucesso e obtenção de resultados com rigor e precisão e de modo seguro, para ambas as partes envolvidas no treino – produtor / consumidor, esta terá obrigatoriamente de passar por um primeiro nível de Avaliação, um segundo nível de Prescrição e um terceiro nível de Treino, tendo como ponto chave nestes três níveis o processo motivação (motivar, motivar, motivar…).

São três os aspectos chave a reter:

ASPECTOS- CHAVE I

– Procedimento de partida permitindo o ENCAMINHAMENTO do sócio para os níveis de serviço que o GINÁSIO possui ( Elemento Educativo).

Aqui coloca-se uma questão de fundo, o porquê de fazer avaliação do cliente?

Os argumentos a utilizar são de várias ordens, o primeiro é passar a mensagem de que é fundamental a recolha de dados para a prescrição do treino, segundo passar a mensagem de é com esta avaliação que nos permite comparar os seus dados em relação à norma e em terceiro ilúcidar e fazer perceber que partimos de um ponto A para um ponto B e vamos fazer uma prescrição de treino que daqui a três meses nos vai permitir comparar dados do ponto A e do ponto B.

.

ASPECTOS – CHAVE II

– Permite VENDER com assertividade e baseado em factos ( Venda de PT ).

 

ASPECTOS-CHAVE III
– Monitoriza a evolução do cliente ( Retenção)

avaliação

AVALIAÇÃO POSTURAL

• Avaliação da Postura Estática e Dinâmica
• Anomalias Posturais mais comuns

 

 

 

 

Numa noticia de um jornal de referência focava que: ““Cerca de dois milhões de portugueses sofrem de dor crónica e os gastos do País, só com as lombalgias, em cuidados de saúde e nos custos indirectos provocados por absentismo e perdas de produtividade ronda os dois mil milhões de Euros por ano” (José Castro Lopes).

Segundo o Swedish Council on Tecnology in Health Care (SBU)
Existem fortes evidências que o exercício físico e a educação postural são um tratamento não invasivo altamente efectivo.

 

PROBLEMAS DE COLUNA
Anatomia – Aspectos Gerais

 

ESTRUTURA DAS VÉRTEBRAS E SUAS FUNÇÕES

 

Knoplich (2003), relata que as curvas fisiológicas têm um papel funcional:
● permitem que a coluna aumente a sua flexibilidade e a capacidade de absorver choques
● mantêm a tensão e a estabilidade das articulações intervertebrais.
● As curvas da cervical, da dorsal e da lombar são devidas à espessura do disco intervertebral.

 

PRINCIPAIS ESTRUTURAS DA COLUNA VERTEBRAL

 

NA COLUNA VERTEBRAL

• Existem 24 discos
• Formam 20% a 30% do comprimento da coluna
• As curvas da coluna são devidas à espessura do disco intervertebral
• Funções
– Mobilidade
– Amortecimento

Sabe-se que a Hérnia Discal surge por posições e levantamento de pesos menos corretos.

 

 MÚSCULOS DO TRONCO E DA COLUNA

MÚSCULO                            MÚSCULO TRANSVERSO DO ABDÓMEN                   MUSCULO GR.

 

MÚSCULO PEQ.                                                         MÚSCULO PSOAS-ÍLIACO                 MÚSCULOS PROFUNDOS

Deixar Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.