Cinco exercício imprescindíveis na natação

Nadar, atividade olímpica em crescendo. Duas ou três sessões semanais, são uma referência mínima para ocorreram algumas melhorias físicas e psíquicas para o nosso organismo, em especial no processo de tonificação muscular, de melhorar a saúde cardiovascular, a função respiratória e de combater o stresse e a ansiedade.

Seu gasto calórico numa sessão ronda os 545 a 680 calorias por hora. Aproveite os cinco exercícios imprescindíveis na natação, que propomos para os seus tempos livres.

  1. DAR PONTAPÉS DENTRO DE ÁGUA

Sentado em segurança, dobre e estique os joelhos alternadamente com as pontas dos pés estendidas. A força deve ser exercida para chutar a água para a frente e trazê-la em direção ao glúteo pela sola do pé na flexão. Realize duas a três séries de 20 a 30 repetições, com 30 segundos de intervalo. Tenha em conta que, na praia, a ondulação dificulta a prática destes exercícios, pelo que é preferível executá-lo numa piscina.

  1. CAMINHAR

Andar com a água pela cintura é um bom exercício de força e resistência. Ao empurrá-la com o seu corpo, modela as coxas e os glúteos. Faça-o durante cinco a dez minutos. A resistência das ondas do mar garante uma tonificação maior, mas a piscina também é um local adequado para a prática deste exercício.

  1. CRAWL REVIGORANTE

Pratique crawl e nade de costas para trabalhar o corpo como um todo e para as fortalecer. Nade durante cerca de 10 minutos, mas pare imediatamente se se começar a sentir cansado. Se sofre de dores nas costas, evite praticar bruços e mariposa. Nessa situação, a melhor opção é o crawl. Se souber nadar bem, pode arriscar fazê-lo no mar.

  1. EXERCÍCIO EM PÉ

Numa zona sem pé e em posição vertical, abra e feche as pernas, mantendo os joelhos estendidos. Faça duas a três séries, de 20 a 30 repetições, com 30 segundos de intervalo.

  1. CORRIDA COM HALTERES

Esta é uma atividade que consome muitas calorias, aumenta a resistência física e tonifica os músculos. Pegue em dois halteres, um em cada mão. Depois, corra. Na piscina, faça percursos entre as duas extremidades mais afastadas. No mar, corra ao longo do areal com a água pelos tornozelos, tendo cuidado para evitar as ondas mais fortes.

Deixar Comentário