Conselhos para diminuir o volume da barriga

.

Depois das festas, sobra barriguinha. Uma alimentação saudável é ideal para perder a barriga indesejável, que, além de ser inestética pode causar sérios problemas cardiovasculares…

.

Introduza faseadamente alimentos ricos em fibras insolúveis que associados a uma ingestão adequada de líquidos permitem que o intestino funcione de forma regular. São eles: o farelo de trigo não processado ou o farelo de aveia, cereais integrais, pão de mistura, legumes e vegetais, vagens, nozes, maçã, laranja e outras frutas.

.

Os alimentos diuréticos também contribuem para diminuir a retenção hídrica reduzindo o inchaço. Devem
consumir-se alguns chás, tisanas, sumo de limão, melancia, morango, maçã, laranja. abóbora, agrião, beterraba, cenoura, folhas de beterraba, repolho, tomate, pepino.

.
Estabeleça horários para a prática de atividade física — além de queimar calorias, também ajuda ao bom
funcionamento do organismo.

.

Fracione as refeições ao longo do dia, de pouco volume e baixo valor calórico. O ideal são 6 refeições — pequeno-almoço, meio da manhã, almoço, lanche, jantar e ceia.

.
• Mastigue devagar os alimentos— As pessoas que comem rápido demais acabam por engolir algum ar junto com  os alimentos, prejudicando o processo de digestão. Além disso, o cérebro não recebe os sinais ou os estímulos provenientes dos neurotransmissores que nos indicam saciedade. Se esses estímulos não são sentidos, as pessoas acabam por comer mais do que deviam.

.

Evite os alimentos que podem fermentar no intestino. Entre eles temos: refrigerantes, feijão, fritos, pão integral, alguns tipos de queijo, conservas de carnes, produtos de charcutaria e salsicharia e outros.

.
Evite alimentos e refeições com muita gordura — uma elevada ingestão de gorduras dificulta o processo de
digestão, tomando-a mais lenta, e assim, os alimentos gordos acabam por permanecer mais tempo no trato gastrointestinal favorecendo o aumento do volume da barriga.

.

Evite o consumo excessivo de sal. Exemplos: pães e bolos com bicarbonato de sódio, de sal ou de misturas contendo cioreto de sódïo, cereais enriquecidos, cereais secos, bolachas salgadas, pipocas com sal, pickles, batatas fritas, produtos de charcutana e salsicharia.

.
Aumente a Ingestão de alimentos diuréticos — salsa, coentros, beringela, alho, limão, noz-moscada, cebola, salsa, hortelã, abacaxi ou ananás, melancia, maracujá e chá de salsa, de dente de leão, de cavalinha, chá verde e outros.

.

Atenção a alguns adoçantes — determinados adoçantes tem na sua constituição sorbitol que fermenta no organismo provocando gases. Algumas frutas secas como as passas de uva, damascos, figos e principalmente
as ameixas secas possuem na sua composição este tipo de substância.

.
• Beber bastante água — além de diminuir a acumulação de líquidos no organismo, ajuda no bom funcionamento do
intestino. Por isso, é essencial ingerir pelo menos 2,0 litros por dia. Mas evite os líquidos durante as refeições (os
líquidos dilatam o estômago e favorecem um aumento do apetite).

.
Deve preparar refeições mais leves e de fácil confeção e digestão para a hora do jantar. Ao longo do dia, o nosso metabolismo vai ficando mais lento, assim, comendo uma refeição mais leve faz-se uma digestão mais rápida e
preparamos o nosso organismo para um sono reparador e tranquilo.

Deixar Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.