SISTEMÁTICA DAS ACTIVIDADES DESPORTIVAS III – Aulas Laboratoriais

 Ficha nº 1

SITUAÇÃO

–          Serviço no Voleibol (por baixo), sobre a plataforma de dinamómetros;

–          Limites a considerar: a barra vertical da plataforma e a parede (não tocar em nenhuma delas);

–          Posição: bacia tão avançada quanto possível (não entrando o desportista em desequilíbrio), pés afastados, um dos pés de apoio junto à barra vertical da plataforma, serviço obliquo.



FIGURA, legenda:

F1–Força de reacção da bola

L1–Braço da resistência

L2–Braço da potência

Um dos procedimentos (usado no séc. XVII) para determinar o C.M. do corpo humano (método aplicado neste trabalho) foi posicionar o desportista que realiza o serviço estaticamente sobre uma prancha de madeira com uma ripa de madeira por baixo desta mesma prancha. Mediante uma variação da posição da ripa em duas situações contrastantes a meio da prancha, levou por conseguinte à determinação do ponto de equilíbrio, ou seja, do centro de massa do desportista. Posteriormente, com uma fita métrica mediu-se a distância que vai desde o centro de massa ao solo (fazendo no solo uma perpendicular Τ).

Deixar Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.