Doenças Cardiovasculares

As patologias que afetam o coração e os respetivos vasos sanguíneos continuam a ser a principal causa de morte em Portugal, afetando mais mulheres do que homens…

Controlar os fatores de risco é funcamental para diminuir a mortalidade associada às patologias cardio vasculares…

De acordo com a Fundação Portuguesa de Cardiologia, em 2011 as doenças cardiovasculares foram responsáveis por de 32 mil mortes em Portugal.Abarcando todas as patologias que afetam o coração e os vasos sanguíneos, ou seja, todo o aparelho cardiovascular, as doenças cardiovasculares continuam a ser a principal causa de morte em Portugal, com maior incidência nas mulheres do que nos homens, sendo que esta não é uma realidade exclusiva do nosso país, uma vez que um pouco por todo o mundo uma em cada três mortes de mulheres está relacionada com doenças cardiovasculares.

O tabagismo, o sedentarismo, os maus hábitos alimentares, os elevados níveis de stress, a hipertensão arterial, o excesso de peso, a diabetes e os elevados níveis de colesterol no sangue, são os principais fatores de risco associados a estas patológias, aos quais se pode também acrescentar a predisposição genética e heredítária.

 

Entre as principais doenças cardiovasculares encontra-se a arterosclerose, uma doença lenta e progressiva, que pode iniciar-se durante a infância e só se manifestar anos mais tarde, uma vez que consiste na diminuição progressiva do diâmetro dos vasos sanguíneos, sendo responsável pela ocorrência da Doença Arterial Coronária e de Acidentes Vasculares Cerebrais (AVC).

A Doença Arterial Coronária é, aliás, uma das doenças cardiovasculares mais frequentes, caracterizando-se pela acumulação de gordura nas células que revestem a parede das artérias coronárias, obstruindo o fluxo sanguíneo no músculo cardíaco.

Destaque ainda para a Cardiopatia lsquémica, responsável por exemplo pela Angina de Peito ou pelo Enfarte do Miocárdio, quando a redução do lúmen (espaço interno) das artérias coronárias conduz à sua total obstrução.
A adoção de um estilo de vida mais saudável, nomeadamente através de uma alimentação rica e equilibrada, da prática regular de exercício físico e da abolição do tabagismo, é fundamental para a prevenção das doenças cardiovasculares, assim como o controlo regular da pressão arterial e dos níveis de açúcar e gordura no sangue.

doenças cardiovasculares

O colesterol elevado é um mal silencioso que afeta dois em cada três portugueses e, apesar de na maior parte das vezes estar associado ao excesso de peso e à obesidade, a verdade é que qualquer pessoa pode sofrer deste mal, pelo que é aconselhável medir o colestero regularmente.
Em caso de alteração do ritmo cardíaco, dificuldade em respirar, falta de ar durante o esforço ou até em repouso, pernas inchadas e fadiga extrema, deve consultar o seu médico pois estes sintomas podem estar associados a Insuficiência Cardiovascular.

Nota: Não descure a saúde do seu coração, adote uma alimentação saudável e não se esqueça de praticar regularmente exercício físico.

Deixar Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.