E musculação? É recomendável na gravidez…

Cada vez são mais os exercícios “proibidos” que passaram à categoria de recomendados para grávidas. Um novo estudo da Universidade de Geórgia (publicado na revista Journal of Physical Activity and Health) descobriu que um programa supervisionado de força, de intensidade baixa a moderada, é seguro e benéfico durante as gravidezes de baixo risco.

As 32 participantes melhoraram os seus níveis de força até uma média de 32 % depois de um programa de 12 semanas. Estes dados mostram que as mulheres podem aumentar a sua força apesar da gravidez e de nunca terem feito treino com pesos livres. Além disso, as incidências de dor de costas foram menores que noutros grupos de grávidas que não realizaram este treino.

No entanto, são imprescindíveis algumas precauções. Uma das razões pelas quais os médicos se mostram receosos à prescrição de treino com pesos em grávidas é porque durante a gravidez existe uma produção e elevada de uma hormona chamada relaxina, que faz com que o tecido conjuntivo seja mais lasso para facilitar o parto, o que poderia aumentar as possibilidades de lesão.

Não obstante, nenhuma das 32 mulheres participantes no estudo teve lesões músculo-esqueléticas. Para as prevenir, realizaram-se exercícios de intensidade baixa a moderada que foram eficazes. Também é imprescindível que os exercícios sejam supervisionados e realizar uma técnica correcta de respiração que previna os enjoos.

Deixar Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.