Obesidade mais que duplica em 40 anos

Estudo sobre a obesidade realizado na Imperial College de Londres e publicado na revista Lancet, onde a amostra foi composta por 20 milhões de adultos de 186 países concluiu, que ao longo dos últimos 40 anos os homens triplicaram e as mulheres mais do que duplicou na obesidade.

Entre 1975 e 2014, obesidade entre homens passou de 3% para aproximadamente 11% do total e nas mulheres a subida foi de 6% para perto de 15%. Logo verificamos que no ano de 2014 “266 milhões de homens e 375 milhões de mulheres em todo o mundo eram obesos. Em cada década a população obteve um acrécimo de peso de 1,5 Kg, mais de um em cada 1o homens e um em cada 7 mulheres em todo mundo agora estão obesos.

O mesmo estudo salienta que 2,3 % dos homens e 5% de mulheres de todo o mundo têm a classificação de obesidade grave, com risco elevado de ter doenças  como diabetes, cardiovasculares e mesmo cancro.

Para o Pais de Portugal  a amostra foi de aproximadamente 820 mil jovens adultos de todo o país, entre 18 e os 20 anos, vários estratos sociais que participaram na inspeção militar nos anos de 1985 e 2000. Os estudo relata que as tendências são idênticas às registados nos outros países, indicando que para o ano de 2025 teremos 18% de homens e 21% de mulheres com obesidade. Temos nós profissionais do fitness um quadro assustador e por outro lado um número significativo de futuros clientes com que teremos de trabalhar. Todos nós sabemos os custos sociais e económicos que acarretam para a economia e para o país com esta doença, tem de haver uma política global e do governo para combater esta situação.

Em sumo, como profissional da área surge a necessidade de cada vez em idades mais novas, como é o caso dos 3 anos em diante ocorrer uma aposta e um investimento pelos nossos governantes em incentivar a prática de atividade física e uma política de nutrição mas abrangente nas cantinas e refeitórios das escolas e mesmo das famílias (pais) em suas casas.

Por outro lado o mercado do fitness estar atento para esta problemática e implementar nos clubes, municípios e no movimento associativo a prática de atividade física.

Efeitos da obesidade

Deixar Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.