fbpx

TREINAR EM JEJUM

Depois de horas de sono, as tuas reservas de glicogénio estão gastas e os níveis de catecolaminas disparam pelo que é uma altura propícia para mobilizar a gordura como fonte de energia. No entanto, nem tudo são rosas, o teu corpo tem de estar habituado ao esforço em jejum sob pena de sofreres uma hipoglicemia ou quebra de tensão grave.
Por muito boa vontade que possas ter não deves começar logo a pensar no treino em jejum, o motivo mais válido para esta opção é quando tens mesmo de treinar cedo de manhã antes de começar a rotina diária. Para tal, deves habituar o teu corpo progressivamente a quantidades menores de alimentos. Podes começar por comer uma banana e algumas amêndoas 30 minutos antes do início do treino, depois troca por uma outra fruta até não estares a comer nada, podes também adicionar a whey nesta altura por ser de fácil digestão. Os treinos a esta hora nunca poderão ter uma intensidade elevada, idealmente o exercício cardiovascular é o mais indicado para fazer nessas situações. Assim que chegares a casa faz o pequeno-almoço completo utilizando a refeição planeada para pós-treino como pré-treino.

Deixar Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.